Como deve(ria) jogar o Corinthians, hoje, contra o Emelec

Se existe um trauma maior para o torcedor corinthiano do que o fato de nunca ter conquistado uma Libertadores, eu não conheço. O Timão não dá sorte nas eliminatórias da competição. Porém, há de se frisar que o time nunca foi eliminado por uma equipe pequena, a partir das oitavas de finais. River Plate, Boca Juniors, Palmeiras. O lendário Tolima fez o estrago em 2011, mas não foi o suficiente para banir o Corinthians da Libertadores 2012. Hoje, no Equador, o Corinthians encara o Emelec, em partida que tem de tudo para dar errado: trocas de jogadores em posições cruciais para a equipe, adversário animado e torcida que joga junto.

Tite barrou Júlio César, por duas falhas cometidas no último jogo do Campeonato Paulista aquele campeonato que não tem a menor importância, a não ser que outra equipe que não seja o Corinthians o vença. Pesou também o histórico do goleiro, que prejudicou a equipe em decisões anteriores, mais precisamente, o Paulista de 2011 e o Brasileirão 2010. Já disse isso antes, mas para mim, continuaria no gol. Sou favorável a Cássio fazer seu nome e, quem sabe, ajudar a trazer o título para o Timão, mas duvido muito que vá se adaptar tão rapidamente aos zagueiros para poder render o que todos esperam de um “grande goleiro”. O Emelec exagera nas bolas aéreas, e são jogadas como essas que vão exigir do camisa 24 um bom desempenho. Veremos se tamanho é documento.

Liédson também não joga. Ficou no CT corinthiano para melhorar a forma técnica. Será? Ou é um probleminha crônico no joelho? A verdade é que Willian entra em seu lugar, sendo um “falso centro-avante”. Provavelmente, entrará na área apenas em cruzamentos, com bolas alçadas no primeiro poste, onde costuma se sair melhor. Jorge Henrique e Emerson fazem as duas pontas, esquerda e direita, dando a possibilidade para Paulinho aparecer como elemento surpresa no ataque. Mas, caldo de galinha não faz mal a ninguém. O Corinthians deve jogar no contra-ataque, de preferência, sem o uso de bolas aéreas, ponto forte dos equatorianos. Danilo deve ajudar mais na marcação, assim como Edenílson deve ajudar a compor o meio, nos contra ataques.

Tags: , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: