2013, Redação do Enem e Pato

Para quem ainda não precisou voltar ao trabalho, 2013 sequer começou. Para os que já sentavam seus fartos traseiros em suas cadeiras de rodinhas em escritórios fechados desde o dia 2 de janeiro, 2013 já é realidade palpável e levemente azeda. Pior: ainda dura mais 360 dias, com meros 4 feriados prolongados ao longo do ano. Ou seja: se você reclamou de 2012, meu amigo, levará uma sova de cabo de vassoura do ano que começa agora.

A revisão da redação do Enem será liberada aos participantes do exame nacional, realizado no fim do ano passado. Até aí, nada de mais, certo? Em termos. A revisão sempre foi aberta aos candidatos às vagas do SISU, mas em função às péssimas performances de 2012, a choradeira começou antes do prazo estipulado – e aceito por todos que fizeram o exame, no momento da inscrição -, que seria apenas em fevereiro. Dizem os “prejudicados”, que: 1. o prazo seria muito curto para receber a redação e entrar com recurso de revisão sobre a mesma; 2. a revisão não seguiu os mesmos critérios de pontuação dos anos anteriores. A grande verdade é que os jovens brasileiros, adeptos à cultura do “eu sei, vi na televisão e no Facebook, é tudo um grande absurdo e temos que nos unir e rebelar”, não estavam bem preparados para o tema da redação, “O movimento imigratório para o Brasil no século XXI”. Dizem eles que os cursinhos preparatórios não abordaram o assunto em suas aulas e provas. Outros, reclamam do fato que o tema seria fantasioso e/ou irrelevante – sim, acham isso. Minha opinião: quem foi mal, que se exploda. Aprendam a buscar informações oficiais e importantes em fontes oficiais e importantes, deixando de lado o já exausto pensamento derrotista.

Alexandre Pato foi contratado pelo Corinthians por mais de R$ 40 milhões. Isso, por 100% (sic) dos direitos econômicos do jogador. Reza a lenda que o jogador de 23 anos “abriu mão de luvas”, que são aquelas fartas quantias negociadas antes da assinatura de contrato, a parte mais fofa e palatável do bolo. Na realidade, o que aconteceu foi que o atacante, ao fazer isso, estipulou que qualquer negociação futura entre Corinthians e outro clube, renderá a ele 40% dos valores totais envolvidos (daí, o sic). Com isso, ele ganha na futura valorização do capital aplicado, além de apostar no próprio bom desempenho no atual Campeão Mundial, que pode o levar de volta à Seleção Brasileira. Tite terá a opção de voltar ao antigo – mas ainda saudoso – esquema de Mano Menezes em 2009, com Ronaldo avançado e fazendo as vezes de pivô (função que hoje seria realizada pelo peruano Guerrero), contando com dois atacantes de velocidade pelos lados do campo, que também ajudem na recomposição da equipe. Em 2009, eram Dentinho e Jorge Henrique. Em 2013, podem ser Emerson Sheik e Pato. Como o camisa 23 recebe propostas do Flamengo, e o argentino Martínez parece estar de saída (e pela porta dos fundos), a escalação é bem provável.

Pato

Tags: , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: